[O meu] Museu do Boom do ROCK PORTUGUÊS

Três perguntas a JORGE RESENDE


Marsupilami já não é um blog. E também não é só uma página. Rádio, revista e mais o que descobrirem por lá na defesa da música nacional. Como bem atesta o lema adoptado: "O Marsupilami”, dá o dobro por cada pinta sua, em música nacional!".

A página é aqui.


1. Volvidos tantos anos sobre o ‘boom do rock português’, que memórias restam desse tempo a um amante de música portuguesa?
____

Pensando bem, nessa altura eu era ainda uma criança, mesmo assim recordo-me de algumas coisas, e sem dúvida nenhuma que o rock cantado em portugûes, desde Rui Veloso a GNR passando pelos Xutos, são das memórias mas presentes.


2. A eterna questão do pai do ‘boom’ do rock português: Rui Veloso ou António Manuel Ribeiro?

____

Apesar de achar que será sempre algo muito relativo e talvez até um pouco ingrato para muitos dos músicos da altura, o Rui Veloso é para mim a personagem mais marcante.


3. 30 anos depois, como está a música moderna portuguesa?

____

Vejo com muito bons olhos, quer a cantar em português quer a cantar em inglês temos bandas e artistas fabulosos e do mais alto nível.
Até 10 de Julho, também pode aceder à estrutura do museu, através dos links respectivos no menu à esquerda.