[O meu] Museu do Boom do ROCK PORTUGUÊS

Três perguntas ao blogger ARISTIDES DUARTE


Rock em Portugal é uma referência dos blogs portugueses de música. E de música portuguesa. Biografias, memorabilia, memórias e muito mais por Aristides Duarte. De referir, também, o seu livro "Memórias do Rock Português", já com dois volumes, tendo o primeiro já três edições.

O blog é aqui.


1. Volvidos tantos anos sobre o ‘boom do rock português’, que memórias restam desse tempo a um amante de música portuguesa?
____

Restam todas as memórias, uma vez que, embora eu tivesse iniciado a minha faceta de melómano no final da década de 1970, foi com o "boom" que tudo explodiu.E foi um frenesim…


2. A eterna questão do pai do ‘boom’ do rock português: Rui Veloso ou António Manuel Ribeiro?
____

Pai do "boom" deve ser o Rui Veloso, na minha opinião. O que é diferente de ser o pai do rock português. Foi a partir do disco "Ar de Rock" que se iniciou o "boom". Nesse aspecto não tenho qualquer problema em atribuir a paternidade do "boom" ao Rui Veloso. Os UHF já existiam antes do "boom" e até já tinham editado um EP, mas o facto de o Rui Veloso ter adquirido uma notoriedade tão grande serviu de trampolim para outras bandas.


3. 30 anos depois, como está a música moderna portuguesa?
____

Está bem e recomenda-se. Os "velhinhos" GNR, UHF , Trabalhadores do Comércio, Taxi, etc andam por aí e vão lançar novos trabalhos. Os mais jovens têm projectos de grande qualidade. Quanto a isso não há problemas. O rock português vai continuar.
Até 10 de Julho, também pode aceder à estrutura do museu, através dos links respectivos no menu à esquerda.